English Portuguese
Controle de Jornadas

Controle de Jornadas

Saiba mais sobre Controle de Jornadas

O Controle de Jornadas é um software desenvolvido pela Planner que oferece ao mercado, de maneira simples e eficaz, o melhor resultado na obtenção de dados para o gerenciamento da jornada de trabalho do motorista profissional.

Em 17 de abril de 2015 entrou em vigor a Lei nº 13.103 que trouxe alterações nas legislações anteriores, visando disciplinar a jornada de trabalho e o tempo de direção do motorista profissional. O Controle de Jornadas da Planner apresenta as não conformidades com a Lei utilizando-se de ferramentas customizadas para a emissão dos relatórios, de acordo com a necessidade de cada cliente.

Com uma interface de fácil operação, o Controle de Jornadas é executado via web, ou seja, não é necessário realizar nenhum tipo de instalação. A solução funciona com o computador de bordo e o software de acompanhamento e monitoramento de diversas tecnologias de rastreamento.



Benefícios

  • Identificar não conformidades do motorista em relação à lei 13.103.
  • Permitir a integração das informações com o RH da empresa, sem necessidade de utilizar as informações fornecidas manualmente (papeleta).
  • Maior eficiência e eficácia na gestão da fadiga dos motoristas para os gestores de motoristas e operações.
  • Evitar ações trabalhistas devido ao registro detalhado e automático do sistema de telemetria.
  • Emissão de relatórios nos quais o motorista deve assinar como forma de reconhecimento a veracidade das informações.
  • Reconhecimento dos pontos de cargas e descargas (espera do motorista) incluindo pontos que possuem acomodações para descanso, realizando os cálculos adequadamente para cada situação.
Controle de Jornadas

Sobre a Lei

A lei nº 12.619/2012 no art. 2º, v, estabelece o direito do motorista ter sua jornada de trabalho, tempo de condução, tempo de descanso, horas extras, adicionais por condução noturna e tempo de espera controlados de maneira segura pelo seu empregador.

Esse direito foi reiterado no art. 2º, v, b, da nova lei nº 13.103/2015, sendo assim, a partir de maio de 2012, torna-se impossível qualquer discussão a respeito do enquadramento jurídico do motorista na exceção do art. 62, l, da Consolidação das leis do trabalho de 1º de maio de 1943.

O empregador que não realizar o controle de jornada do motorista ou não apresenta-lo em juízo, estará sujeito ao entendimento do inciso l da súmula nº 338 do tribunal superior do trabalho, que gera presunção de veracidade da jornada de trabalho afirmada pelo trabalhador.


Telas de Relatórios

Confira abaixo alguns relatórios que o software oferece, clique nas imagens para ampliar.



Solicite um orçamento